Quando e Porque é Que Devemos ir ao Ginecologista?

Como acontece com qualquer outra especialidade médica, podemos ir ao ginecologista por rotina ou caso alguma coisa não esteja bem com a saúde íntima feminina. No ginecologista, podemos tratar de problemas e tirar dúvidas relacionadas com os órgãos sexuais femininos, aparelho reprodutor, sexualidade, menstruação,… entre muitos outros temas.

Portanto, visitar o ginecologista uma a duas vezes por ano ou marcar uma consulta, sempre que sinta que algo não está bem com a sua saúde íntima, é fundamental para garantir o seu bem-estar. Fique a perceber melhor.

Quando e por que é que devemos ir ao ginecologista?

Primeira consulta

Não é tanto a idade, mas sim outras circunstâncias da vida que determinam a primeira ida ao ginecologista. Algumas dessas circunstâncias são:

  • os primeiros sinais de amadurecimento dos órgãos sexuais;
  • a vinda do primeiro período (menarca);
  • após a primeira relação sexual;
  • anomalia nos órgãos genitais;
  • alterações do fluxo vaginal.

Nesta primeira consulta, o ginecologista poderá fazer alguns exames, como uma:

  • palpação dos seios;
  • inspeção dos genitais externos e da vagina;
  • observação do colo do útero;
  • citologia.

Também irá abordar questões como a regularidade do ciclo menstrual, a data do último período, o uso de métodos anticoncecionais, entre outros assuntos.

Quem deve ir ao ginecologista?

Todas as mulheres, a partir da adolescência/idade adulta, devem visitar o ginecologista, como rotina, para avaliarem o estado da sua saúde íntima. Ele pode avaliar a regularidade ou não do ciclo menstrual, assim como orientar a mulher na fase da menopausa.

Naturalmente que as senhoras que têm uma vida sexual ativa (e, principalmente, com diferentes parceiros) devem visitar com maior frequência o ginecologista, para prevenir alterações do sistema genital feminino, assim como para esclarecer quaisquer dúvidas relacionadas com sexualidade e contraceção, por exemplo.

Outros problemas que o ginecologista ajuda a tratar

Além dos assuntos já referidos, relacionados com a sexualidade ou o ciclo menstrual/menopausa, o ginecologista também tem uma palavra a dizer no que respeita a outros temas.

Fertilidade/Infertilidade

Quem estiver a pensar engravidar pode visitar o ginecologista (que, habitualmente, é também obstetra) e, através de alguns exames e recomendações, garantir uma gravidez mais saudável e planeada.

Da mesma forma, quem sente dificuldade em engravidar pode partilhar isso mesmo com o especialista que irá avaliar se há ou não um problema de infertilidade no casal e sugerir as formas de tratamento mais adequadas.

Alto no peito

Mais de 80% das pequenas massas que surgem no peito não são cancerígenas. Mesmo assim, é importante estar atenta e vigilante e, claro, partilhar qualquer uma dessas descobertas com o seu ginecologista. Através de alguns exames e análises, ele conseguirá fazer o diagnóstico e indicar-lhe quais os procedimentos a tomar.

Infeções vaginais

As infeções vaginais, como as candidíases, por exemplo, são relativamente comuns e uma das razões que leva, mais frequentemente, as mulheres ao ginecologista. Através de alguns exames laboratoriais, o especialista será capaz de determinar o tratamento certo para o problema em causa.

Como viu, são diversos os problemas ou dúvidas que pode resolver no consultório do ginecologista. Além disso, e mesmo que esteja tudo bem com a sua saúde íntima, não se esqueça de que, de vez em quando, deve marcar uma consulta de rotina.

Se está na altura de o fazer, aproveite e vá a doctorino.pt, o site de agendamento online de consultas.

Este artigo integra uma parceria com a empresa Doctorino e foi redigido pela redação da mesma.

Ler Mais
Scroll to Top

Alerta para atrasos das
entregas devido ao COVID-19

Todas as nossas encomendas são processadas com o maior cuidado. Devido à situação actual em que nos encontramos, os nossos prazos de entrega passam a corresponder a 5-8 dias úteis para Portugal Continental e Ilhas. Encomendas para o resto do mundo demorarão 10-15 dias úteis. Agradecemos a sua compreensão. E enquanto a sua encomenda não chega… aproveite para ir lendo os nossos artigos.