O Que a Cor da Sua Menstruação lhe Diz Sobre a Sua Saúde

Na nossa cultura, sempre que falamos de menstruação, a tendência é focarmo-nos em toda a sua faceta incómoda e desconfortável, desprimorando aquilo que está, realmente, a acontecer no nosso corpo – todos os meses. 

Alguns especialistas defendem que, para a maioria das mulheres, as emoções associadas à tensão pré-menstrual e o modo como se lida com esta fase são uma ferramenta preciosa para decifrar a sua saúde geral. Todos os aspetos do nosso ciclo menstrual – duração, intensidade e cor do fluxo, tempo de ovulação, temperatura corporal basal e dores – fornecem informações importantes sobre a nossa saúde e aproximam-nos de um mecanismo de respostas valioso para medir o nosso progresso na obtenção de um maior bem-estar.

Quando o corpo apresenta dificuldades em responder a determinadas mudanças hormonais, ele cria um stress fisiológico que pode afetar alguns dos nossos sistemas. Por exemplo, náuseas ou alterações intestinais antes da menstruação podem ser um sinal de que o sistema digestivo se apresenta mais frágil; por outro lado, a sensibilidade mamária, as dores de cabeça ou a irritabilidade podem indicar que o sistema de desintoxicação do corpo não está a fazer o seu melhor trabalho de limpeza.

Se apoiarmos e fortalecermos cada um dos sistemas do nosso organismo, alguns sintomas da TPM poderão ser eliminados. E, para a maioria das mulheres, dar um impulso a esses processos vitais do corpo não exige nenhum tipo de comportamento ou mudança transcendente, apenas uma maior tomada de atenção a questões básicas, como o sono, a nutrição, a prática de exercício e a hidratação.

Sintonize-se consigo mesma. Cada uma de nós apresenta os seus próprios sintomas e alguns deles podem dar pistas sobre o que está a acontecer com o corpo. Preste atenção ao que é normal e saudável para si, a fim de detetar sinais precoces de problemas.

O que o sangue menstrual pode dizer sobre o nosso estado de saúde?

Um tom de sangue vermelho vibrante significa, geralmente, que está no início do seu ciclo. No entanto, depois de menstruar por alguns dias, o sangue pode começar a mudar para um tom mais escuro e castanho. Trata-se, apenas, do sangue mais «velho» que está no seu útero, que acabou por oxidar.

Caso tenha um DIU, poderá notar, também, um tom mais acastanhado do seu sangue, já que estará a eliminar uma quantidade menor do revestimento do útero a cada mês, o que significa que o sangue permanece lá por muito mais tempo.

Coágulos sanguíneos (gotas espessas de sangue que podem aparecer durante o período menstrual) por sua vez, também não costumam ser motivo de preocupação – desde que estes não surjam de uma forma demasiado frequente e que não assumam grandes proporções.

Se sentir que o seu ciclo apresenta coágulos muito regularmente, converse com seu ginecologista, para que se trate um possível problema.

Ciclos irregulares

Tal como na maioria das coisas relacionadas com a menstruação, períodos irregulares podem ser algo completamente normal. Porém, por vezes existem causas subjacentes a essa irregularidade que podem – e devem – tentar entender-se. O principal fator que pode espoletar essa desordem é o stress, que em níveis elevados pode bloquear os sinais que levam à libertação do óvulo que leva à sua menstruação.

Ademais, quando se passou por algum tipo de procedimento médico na cavidade uterina (como um aborto) a ocorrência da menstruação poderá ser mais difícil.

Mulheres que sofram da Síndrome do Ovário Policístico (SOP) – um distúrbio hormonal onde se desenvolvem níveis elevados da hormona sexual masculina andrógeno, causando um aumento do crescimento capilar e um aumento de peso – podem, igualmente, não menstruar todos os meses.

Atletas profissionais, por seu turno, também podem ter um período extremamente leve ou até mesmo ausente, pois o seu corpo não está a produzir hormonas suficientes.

Fluxo demasiado intenso/ leve

A menorragia (termo médico para um fluxo prolongado ou intenso) pode ser mais preocupante quando excede o tempo suposto, podendo estar associada a problemas de tiroide. Esta disfunção também pode ser causada ou agravada por determinados medicamentos.

A idade é, também, um fator a considerar neste ponto, já que, quando as mulheres entre os 30 e os 40 anos atingem a perimenopausa (tempo que antecede a menopausa) as mudanças hormonais podem fazer com que a sua menstruação se torne mais curta ou mais longa.

Algumas alterações hormonais também podem fazer com que o período desapareça temporariamente. Isto é algo que também se verifica quando acontece uma perda extrema de peso, já que esta causa uma diminuição na produção de gordura corporal e de estrogénio, tornando a menstruação mais leve ou até mesmo inexistente.

Se a sua menstruação aparecer com menos de 21 dias de intervalo ou com uma duração superior a sete dias por mais de três meses, fale com o seu médico, a fim de entender o que está a causar essa situação. Se, por outro lado, a menstruação não aparecer durante três meses (e não estiver grávida), siga a mesma dica e converse com um especialista.

Dores menstruais intensas

As dores menstruais, desde que não demasiado intensas, são algo que afeta mais de metade das mulheres. Porém, se de repente começar a sentir dores lombares ou pélvicas muito fortes durante o período menstrual, poderá existir uma outra razão por detrás dessa situação, como a endometriose (condição na qual o tecido uterino entra na cavidade pélvica, afetando os órgãos próximos, como os ovários).

Caso se encontre a lidar com cólicas menstruais intensas, que a afastem da sua rotina habitual e que não melhorem depois de tomar medicamentos específicos para aliviar a dor, o melhor a fazer é consultar o seu médico. Ele poderá prescrever pílulas anticoncecionais ou outros medicamentos especialmente destinados a colmatar essas dores.

Ler Mais
Scroll to Top

Alerta para atrasos das
entregas devido ao COVID-19

Todas as nossas encomendas são processadas com o maior cuidado. Devido à situação actual em que nos encontramos, os nossos prazos de entrega passam a corresponder a 5-8 dias úteis para Portugal Continental e Ilhas. Encomendas para o resto do mundo demorarão 10-15 dias úteis. Agradecemos a sua compreensão. E enquanto a sua encomenda não chega… aproveite para ir lendo os nossos artigos.