0
0
Subtotal: 0.00

Nenhum produto no carrinho.

Nariz Perfeito. Estará a Rinoplastia na Moda?

Numa era onde se evidencia a importância do movimento Body Positivity e se fala da urgência da aceitação e da valorização pessoal, a rinoplastia – um dos procedimentos de cirurgia estética mais antigos do mundo – tem vindo a ganhar uma outra forma.

Enquanto procedimento destinado a corrigir aquilo que é, para muitas, uma imperfeição, e indo ao encontro de um padrão de beleza pré-estabelecido – o do nariz estreito – esta cirurgia não se resume, apenas, em aperfeiçoar algo, mas sim em abraçar aquilo que faz parte da essência da pessoa e que a faz destacar. Resumindo, a cirurgia estética ao nariz já não se propõe a alterar a fisionomia de determinada pessoa por forma a alterar aquilo que lhe confere personalidade, mas sim a ajudar a que se tire partido desse elemento que a torna diferente das demais.

A individualidade e a aparência única são algo que tem vindo a ser preservado, privilegiando-se o carácter próprio de cada rosto. Porém, não são só as razões estéticas que motivam a esmagadora maioria das pessoas a avançar para um procedimento deste tipo. De acordo com o cirurgião plástico Luiz Toledo, “a rinoplastia é também procurada para melhorar problemas respiratórios”.

Em que consiste exatamente esta cirurgia?

De acordo com o especialista supracitado, a rinoplastia tem como propósito “remodelar o nariz, reduzindo ou aumentando o seu tamanho, mudando a forma da ponta ou do dorso e afinando as narinas”, acrescentando que, por vezes, “a correção do queixo pode ser feita juntamente com a rinoplastia, para melhorar o equilíbrio da cara”.

Mas todo este processo é bastante moroso e é necessário que o paciente esteja totalmente ciente da sua decisão, já que o objetivo final é obtido no espaço de um ano e meio. É importante haver uma atenção redobrada relativamente à idade de quem quer fazer este tipo de intervenção porque, segundo o médico, “as estruturas da face mudam com o crescimento, sendo preferível esperar um desenvolvimento mais completo da face antes de se fazer a cirurgia”. Ou seja, “as raparigas devem ter pelo menos 14 e 15 anos e os rapazes pelo menos 16 e 17 anos”.

No que diz respeito ao pós-operatório, nesta fase os pontos são geralmente absorvidos e não precisam de ser retirados, sendo necessário dormir, nos primeiros dias, com a cabeça mais elevada para reduzir o inchaço e a possibilidade de pequenos sangramentos. Assim, o especialista aconselha “o uso de tampões nas primeiras 24 horas após a cirurgia, o retorno ao trabalho em uma a duas semanas e evitar a exposição ao Sol dentro de um a dois meses”.

O que representa uma cirurgia deste tipo?

Para algumas pessoas, a mudança significa diminuir ou aumentar o volume do nariz; para outras, esta representa uma reversão de uma rinoplastia fora de moda.

Os procedimentos mais individualizados podem ser cirúrgicos ou não cirúrgicos (injeções), sendo que os últimos permitem um resultado mais natural (sendo essa a tendência atual), de acordo com os especialistas. Além disso, um procedimento não cirúrgico é muito menos doloroso do que uma rinoplastia completa.

Ao que parece, e segundo os estendidos na matéria, renega-se, hoje, a procura pelo nariz totalmente perfeito, e assume-se uma maior tendência para os visuais que não denunciem uma perda da personalidade facial do paciente.

Nariz perfeito?

O nariz é uma das zonas mais complexas do nosso rosto, comprometendo significativamente a nossa identificação. Não existe apenas uma definição para o conceito de nariz perfeito, mas a verdade é que esta é uma das cirurgias mais procuradas da atualidade.

Estando entre os procedimentos de cirurgia plástica mais desafiadores, a rinoplastia é apontada como sendo uma cirurgia milimétrica, porque alterar apenas um milímetro do nariz pode, de facto, mudar completamente a nossa aparência.

Nos últimos anos, a rinoplastia não cirúrgica – usando preenchimentos dérmicos – também se popularizou, pelo facto de permitir camuflar qualquer irregularidade e criar a ilusão de um nariz reto, além de remodelar a ponta. Contudo, um nariz que seja «muito grande» não consegue ser diminuído desta forma. Ademais, problemas de respiração também não podem ser resolvidos com preenchimentos dérmicos.

Por tudo isto, a rinoplastia cirúrgica será sempre necessária, porque é a única que garante o equilíbrio necessário entre o nariz e as outras áreas do rosto. Se está na moda? Talvez. Mas o importante é fazê-la não para deixar de ser quem se é, mas para melhorar o que pode ser melhorado, seja a um nível estético, seja por questões de saúde.

Ler Mais
Bem-estar

Como Ser Uma Pessoa Grata e Ter Uma Vida Mais Plena

Embora possamos ter a intenção de sermos gratas pelas coisas mais simples...

Bem-estar

O Que é o Namaste e Porque Deve Incluí-lo na Sua Vida

Expressa gratidão de uma alma para outra, é uma saudação carregada de...

Bem-estar

Gratidão: a Chave Para Ser Mais Saudável

Existe um elemento chave capaz de impactar de um modo inacreditavelmente positivo...

Scroll to Top