0
0
Subtotal: 0.00

Nenhum produto no carrinho.

Decoração Para as Emoções. Melhore o Seu Humor em Casa

Prepare-se para uma aula de decoração – aqui e agora! Bom, na verdade não é uma aula, mas poderia sê-lo, já que depois disto vai querer explorar, ao limite, tudo aquilo de que lhe iremos falar. Somos influenciadas pelo ambiente e pelo espaço em que vivemos. Por isso, pense connosco: estará a sua casa a contribuir para que se sinta mais feliz?

A luz, o espaço e o layout da sala podem influenciar o nosso bem-estar físico e psicológico e, segundo alguns estudos, a interseção entre a arte e a ciência tem vindo a intensificar-se, considerando o modo como cada recurso do ambiente arquitetónico detém um impacto sobre certos processos cerebrais (que envolvem memória e emoções, nomeadamente o stress).

Para que se sinta relaxada no seu lugar de paz, é importante refletir sobre o que realmente a consegue acalmar. Será cozinhar? Ler um livro no sofá? Ou tomar um banho quente? Com a resposta certa, criará o ambiente certo. O importante é ter uma zona da casa exclusivamente dedicada ao relaxamento – sendo totalmente proibido usar esse espaço para fazer algo que não contribua para serenar a sua mente, corpo e espírito.

Decoração para a emoção – e para o cérebro

Para garantir que a experiência é positiva sempre que entramos em casa, é importante ter em conta que existem cinco áreas da atividade cerebral a serem consideradas ao criar um espaço que melhorará o nosso humor: sensação e perceção; aprendizagens e memória; tomada de decisões; emoção; e movimento.

Para melhorar a sensação e a perceção, devemos começar por alterar a iluminação da casa e remover luzes demasiado fortes, substituindo-as por opções mais calmantes ou usando lâmpadas ajustáveis; facilite a tomada de decisões, eliminando as suposições do seu dia, colocando uma lata de lixo perto da sua porta, para que possa deitar fora todo o correio indesejado, assim que o receber; reforce as suas habilidades de memória, através do uso de móveis com laterais arredondadas que, segundo alguns estudos, podem realmente incentivar mais a atividade cerebral; e melhore o seu bem-estar emocional, colocando plantas vivas em toda a casa – cuidando delas e vendo-as crescer.

Qualquer coisa que a faça sorrir é uma boa ideia

Flores frescas e sazonais na mesa da cozinha, dormir em lençóis limpos, evitar o caos e a desarrumação. Tudo isto são detalhes que podem fazer a diferença no momento de aumentar a sua tranquilidade dentro do lar. Que tal começar por substituir os seus lençóis escuros por lençóis brancos? Esse gesto renovará por completo o seu quarto (parece demasiado simples, mas experimente e confirme!).

Use e abuse de peças que a façam sentir bem, que lhe transmitam memórias felizes. Tudo o que lhe fizer sentir alegria pode – e deve — ser usado. Pode ser um quadro, uma fotografia ou um objeto que trouxe de uma das suas viagens favoritas. Coloque estas peças em lugares visíveis, pois estas irão comunicar com o seu inconsciente com mais frequência. E isso, automaticamente, fará com que se sinta melhor e com um maior entusiasmo e vontade de viver o amanhã.

Decorar com alma

O conforto consegue-se através de texturas suaves, de cores pastel claras e de materiais como a madeira, que ajudam a trazer a sensação de calor para qualquer sala.

Usar peças curvas (como cadeiras ou sofás arredondados) pode ajudar a que o cérebro interprete as linhas geométricas usadas como algo mais leve, uma vez que a curvatura tem um efeito calmante sobre a mente, sendo, ao mesmo tempo agradável aos olhos.    

Use aquários e plantas de interior, para que se sinta mais conectada à Natureza.

A psicologia das cores 

As cores podem – mesmo – afetar o nosso humor e, quando bem escolhidas, podem contribuir para a nossa paz, felicidade e conforto. O verde lembra-nos a Natureza, o crescimento e a renovação, bem como as florestas tropicais e o ar puro, conferindo à sala uma atmosfera relaxante; o azul pálido é uma das melhores cores que poderemos incluir no nosso design de interiores, já que evoca o oceano e o céu, induzindo uma sensação de frescura e de calma; o amarelo está associado à felicidade, lembrando-nos os dias soalheiros, promovendo a criatividade e estimulando a nossa capacidade de concentração; o rosa ou o laranja podem, também, ajudá-la a sentir-se mais alegre. De acordo com a psicologia das cores, aprofundar qualquer um destes tons pode fazer com que se sinta, automaticamente, mais positiva.

Iluminação à medida

Tornar toda a iluminação regulável pode mudar o clima de um espaço e pode criar uma casa mais relaxante e convidativa. Candeeiros atraentes também ajudarão a adicionar prazer ao seu estilo atual de decoração.

Ao mesmo tempo, podemos e devemos aproveitar ao máximo a luz solar, já que esta aumenta a produção de endorfinas e de serotonina no organismo (químicos que nos fazem sentir mais felizes). Aproveitar esta luz pela manhã também ajuda o corpo a parar de criar melatonina indutora de sono, algo que nos deixará mais acordadas.  

Colocar os seus móveis em posições recetivas à luz natural pode ser benéfico, já que fará com que absorva muito mais energia solar ao longo do dia. Se não for possível aproveitar esta luz, experimente usar, no seu quarto, lâmpadas com cores mais quentes.

E porque a forma mais rápida de fazer uma sala parecer mais animadora é deixar a luz natural entrar, isso pode significar que tenha de remover as cortinas ou persianas do espaço, fazendo com que este espaço pareça ainda maior.

Uma arte chamada Feng Shui

Há mais de 3 mil anos que a arte chinesa do Feng Shui é utilizada para promover felicidade. Usando o ambiente para o melhorar o nosso humor, emoções, bem-estar, saúde e finanças, esta filosofia tem como propósito que alcancemos um equilíbrio ideal na vida, aproveitando a energia positiva (bom Chi) fazendo as escolhas de decoração certas (e não só).

Assim, é fundamental que tenha plantas em casa, pois o oxigénio que estas libertam promove boa energia. Evite plantas com espinhos ou com folhas pontiagudas e certifique-se de elas estão saudáveis ​​e felizes. Não as despreze, nem as deixe morrer, pois as plantas são seres vivos – e qualquer ser vivo que acolhamos na nossa casa merece que cuidemos dele.

Além de tudo isto, é muito importante que siga outros princípios essenciais desta arte, nomeadamente:

  • Incorporar uma peça de que goste muito numa zona alta;
  • Limpar a desordem;
  • Cercar-se de peças bonitas e dotadas de significado;
  • Colocar o seu sofá contra uma parede sólida;
  • Escolher uma mesa central com bordas arredondadas;
  • Manter proporção em todos os espaços;
  • Usar superfícies reflexivas, mas equilibrá-las com materiais mais quentes;
  • Deixar espaço nos dois lados da cama;
  • Se possível, procurar ter um espelho que reflita o jardim, já que isso exaltará ainda mais a beleza e a energia positiva do ar livre (é importante tentar que o espelho seja grande e colocá-lo atrás de um candeeiro, para expandir visualmente a sala e aumentar os efeitos de luz).

O objetivo é amplificar a energia vital positiva dentro da sua casa, para energizar e equilibrar a sua vida e harmonizar o seu ambiente através do seu Eu interior. E o Feng Shui é uma forma relativamente simples de melhorar todas essas vibrações. Inspire-se e torne o seu tempo em casa o mais agradável possível.

Ler Mais
Bem-estar

Outono, a Melhor Estação do Ano Para Dormir

De quantas coisas outonais passamos à espera o ano todo? Conseguimos contabilizá-las?...

Beleza

Body Combing: um Tratamento de Beleza Para as Amantes de Cristais

O mundo da beleza está totalmente voltado para um novo tratamento que...

Bem-estar

Cabelo à Prova de Outono

Chuva, vento e frio. Tudo isto comanda a estação fria e tudo...

Scroll to Top