0
0
Subtotal: 0.00

Nenhum produto no carrinho.

Contraceção. Conheça Alguns Métodos Pouco Falados

Se está prestes a iniciar a sua vida sexual, saiba que a toma de contraceção é fundamental para prevenir uma gestação. Os adolescentes e adultos sexualmente ativos que não planeiam criar uma família num futuro próximo devem ser orientados precocemente, uma vez que a idade para o início das relações sexuais está a diminuir cada vez mais.

É importante prevenir uma gravidez indesejada para alcançar objetivos individuais antes de ter filhos. O mais acertado a fazer é marcar uma consulta de planeamento familiar, para ficar informada acerca de todos os métodos contracetivos existentes no mercado. Além desta informação, também é essencial descobrir qual a contraceção mais indicada para si — todas somos diferentes e cada corpo é único.

O melhor contracetivo é aquele que melhor resulta consigo. Programar o seu futuro é essencial para promover o seu bem-estar físico e emocional. A escolha de um método contracetivo deve basear-se nas vantagens e desvantagens que a sua utilização implica. Atualmente, a oferta no mercado é vasta, mas ainda existem métodos não tão conhecidos. Abaixo, damos-lhe alguns exemplos.

Preservativo masculino e feminino

Toda a gente o conhece e é, de todos, o mais falado. Ainda assim, nunca é demais relembrar que este é o único método contracetivo que o seu parceiro pode usar. Normalmente feito de latex, o preservativo apresenta uma eficácia de 82% para evitar gravidezes indesejadas e é a única contraceção que a protege de doenças sexualmente transmissíveis.

Os preservativos masculinos encontram-se disponíveis em farmácias, lojas de conveniência e supermercados. Também pode adquiri-los gratuitamente no seu centro de saúde. Já o preservativo feminino, apesar de ser menos comum, pode ser inserido oito horas antes da relação sexual.

Esponja contracetiva

A esponja contracetiva é uma esponja de plástico redonda que é inserida na vagina, ficando encaixada junto ao colo do útero, para bloquear e matar o esperma. Este método vende-se em farmácias e pode ser usado várias vezes durante 24 horas. É aconselhado deixar a esponja durante seis horas após a relação sexual dentro da vagina. As principais desvantagens são a possibilidade de desenvolver algum tipo de alergia ou de sofrer um episódio de Síndrome do Choque Tóxico (SCT).

Capuz cervical

Com um revestimento macio e flexível, o capuz cervical também tem de ser inserido junto ao colo do útero para evitar fugas de espermatozoides. Esta forma contracetiva deve ser receitada pelo seu médico e, como acontece com a esponja contracetiva, após a sua utilização este objeto tem de permanecer dentro do seu corpo durante quatro horas depois do coito. Também existe o risco de provocar alguma alergia ou Síndrome do Choque Tóxico (SCT).

Diafragma

Semelhante ao uso do capuz cervical, o uso do diafragma também tem de ser receitado por um profissional. É uma boa alternativa relativamente aos métodos contracetivos hormonais. No entanto, além dos riscos acima mencionados, existe a possibilidade de ter uma infeção urinária.

Implante hormonal

Se se esquece muitas vezes de tomar a pílula, outro método contracetivo hormonal pelo qual pode optar é o implante hormonal, que consiste numa haste de plástico com o tamanho de um fósforo. Este é colocado dentro da pele (normalmente no braço), libertando a hormona progesterona que afeta a ovulação. É uma das opções mais eficazes, apresentando uma validade média de três anos.

Dispositivo intrauterino (DIU)

Em forma de T, este instrumento é introduzido no útero durante uma consulta médica e é uma medida eficiente, pois permanece no seu corpo durante vários anos e apresenta uma eficácia de 99%.

Pílula combinada e pílula hormonal

A pílula combinada é composta por estrogénio e progesterona para prevenir os ovários de libertar óvulos. Além disso, também permite que o esperma entre no útero ao reduzir o muco cervical. Por sua vez, a pílula hormonal tem os mesmo efeitos da pílula combinada, mas esta liberta unicamente progesterona.

Este método é indicado caso sofra de Tensão Pré-Menstrual (TPM) ou de dores menstruais. Se se esquecer de tomar o comprimido um dia, certifique-se de que usa outro método contracetivo.

Existem opções para todos os estilos de vida no que diz respeito à contraceção. Porém, e ainda que a escolha seja vasta, deve optar pela melhor solução mediante a sua idade, o seu desejo de criar (ou aumentar) família e a sua adaptação ou tolerância ao método. Apesar de a escolha ser pessoal, a orientação de um profissional é fundamental para a sua saúde e, por isso, caso surja alguma dúvida, o melhor é marcar uma consulta com o seu médico.

Ler Mais
Sexualidade

Os Tabus do Prazer Feminino

Quando falamos de prazer feminino ainda sentimos que existem constrangimentos e tabus...

Sexualidade

Os Melhores Produtos e Brinquedos Sexuais Para Levar na Mala Este Verão

Um orgasmo por dia pode não ser o suficiente para manter a...

Sexualidade

O Tabu da Compra de Produtos e Brinquedos Sexuais

Será que todas nós somos ousadas o suficiente para deixarmos os nossos...

Scroll to Top