Como Terminar Uma Relação de Amizade?

O término de uma amizade é sempre doloroso. Seja porque se seguiram caminhos diferentes ou porque se chegou a um ponto de viragem distinto, esta rutura pode trazer à tona sentimentos de ansiedade, de tristeza e de solidão. Mais tarde, a vida irá transportá-la para situações em que, normalmente, contaria com a ajuda da pessoa amiga, e é esse tipo de desafios que é necessário saber gerir.

Romper com um relacionamento de amizade que já não é gratificante (ou que nunca foi) pode não ser fácil, mas pode ser o primeiro passo para viver em alinhamento com a sua verdadeira essência.

Como saber se chegou a hora de deixar uma amizade para trás?

De acordo com Lalah Delia, mentora espiritual e autora do livro Vibrate Higher Daily: Live Your Power, por vezes somos amigas de determinadas pessoas apenas porque as conhecemos há muito tempo, porque estudámos juntas ou porque nos é conveniente. Este tipo de contexto pode manter-nos em amizades que já não nos servem. No entanto, tudo pode mudar quando começamos a fazer o nosso trabalho de autoconhecimento e de cura.

Qual é a melhor forma de nos afastarmos?

Este afastamento deve acontecer com compaixão e gratidão. Só assim se consegue o melhor resultado possível para todos os envolvidos. Terminar amizades ou outros relacionamentos de uma forma brusca nem sempre é o mais acertado e o mais justo para com a outra pessoa, que pode ficar um pouco perdida ou confusa.

Em vez disso, podemos acabar relacionamentos com compaixão, tendo uma conversa com a pessoa, para a deixar saber por que razão estamos a tomar a decisão de sair da vida dela e para ouvir a sua resposta. Desta forma, ambos poderão seguir em frente com a sua vida, sem ressentimentos.

Quando deixamos que os outros sigam o seu caminho, sem apegos ou julgamentos, passamos a desejar – genuinamente – que, não só nós próprias cresçamos daqui em diante, como também a outra pessoa. O importante é chegarmos a um «lugar» onde nos sintamos mais confortáveis com a nossa realidade.

Qual é o primeiro passo para a cura pessoal depois de uma amizade terminar?

Depois de abandonar uma relação de amizade que já não a preenche, há um período de adaptação, dependendo da profundidade dessa conexão. Deixar para trás uma amizade pode deixar-nos confusas, e é por isso que precisamos de voltar a encontrar o nosso equilíbrio novamente, redescobrindo quem realmente somos sem essa pessoa ou sem essas pessoas.

O período após o término de uma amizade é um processo de limpeza, em que limpamos as ideias, os pensamentos, a energia e as vibrações que carregávamos, mas que não eram nossas. Um exemplo perfeito dessas cargas energéticas são os momentos em que costumávamos conversar com determinado amigo e concordávamos com o que ele nos dizia, quando na verdade discordávamos. Tudo isto se torna parte de nós e, com o tempo, vai-se acumulando e tomando outras proporções.

As afirmações positivas são uma ótima forma de tornar esta transição mais fácil. Alimentar a mente com palavras e ideias que apoiem aquilo que quer, em vez daquilo que não quer, pode ser a chave para melhorar qualquer fase nebulosa por que esteja a passar. Experimente fazê-lo antes de dormir e ao acordar (naquela fase em que o cérebro está num estado natural de êxtase meditativo).

Como enfrentar a solidão depois de terminar uma amizade importante?

Quando abandonamos um relacionamento, entramos no desconhecido. Não sabemos o que vem a seguir, e isso pode ser assustador.

Podemos praticar a visualização de que as coisas boas eventualmente acontecem. Desta forma, libertaremos o que não nos serve porque abrimos espaço para algo melhor. O que vem a seguir refletirá o nosso crescimento.

Este propósito maior, em que visualizamos, sentimos e acreditamos naquela que pode ser a nossa melhor realidade, irá atrair positividade para a nossa vida. É assim que a manifestação funciona.

Se estiver a passar por este período solitário, prefira olhar para a solidão como um lugar de refúgio, reconhecendo-a como algo essencial para se encontrar consigo mesma para dar os seus próximos passos.

Será que todos os relacionamentos têm de nos preencher totalmente para valerem a pena?

Existem alguns relacionamentos que podemos simplesmente manter, sem pedir nada em troca. Às vezes, temos o dever, enquanto cidadãs compassivas do mundo, de manter espaço para certas pessoas nas nossas vidas, mesmo que o relacionamento não nos beneficie.

É importante consciencializarmo-nos de que, quando uma pessoa age mal connosco, talvez o que a esteja a fazer agir assim seja a dor que ela sente. Se dissermos “não” a tudo o que nos parece tóxico, não estaremos a praticar a compaixão.

Todas as pessoas fazem o melhor que conseguem, de acordo com a situação que estão a viver no momento. Use o seu discernimento e a sua sabedoria para entender aquilo que vale a pena fazer pelos outros e por si.

Artigo traduzido e adaptado Goop.

Ler Mais
Scroll to Top

Alerta para atrasos das
entregas devido ao COVID-19

Todas as nossas encomendas são processadas com o maior cuidado. Devido à situação actual em que nos encontramos, os nossos prazos de entrega passam a corresponder a 5-8 dias úteis para Portugal Continental e Ilhas. Encomendas para o resto do mundo demorarão 10-15 dias úteis. Agradecemos a sua compreensão. E enquanto a sua encomenda não chega… aproveite para ir lendo os nossos artigos.