BLACK FRIDAY: ON | Envios gratuitos para Portugal Continental em encomendas superiores a 150€

A história por trás do poder dos cristais é milenar. Acredita-se que estes aproveitam e ampliam em larga medida a energia do Sol e da Lua e nos beneficiam a vários níveis, conectando-nos à Mãe Natureza. De geração em geração, o conhecimento e força que estes minerais preciosos vão adquirindo torna-os capazes de nos curar, graças à sua vibração elevada. Porém, para que esta conexão seja possível, é necessário que estes se encontrem devidamente limpos e revigorados.

Normalmente, os cristais são utilizados para acalmar a nossa mente, corpo e espírito. Para que cumpram a sua função, é importante que estejam alinhados connosco e apresentem as condições necessárias para absorver a negatividade que queremos libertar.

Se pretendemos usar um cristal para determinada cura, precisamos de o limpar e recarregar com regularidade, a fim de o transportarmos para o seu estado natural, que é o seu estado mais puro.

Quanto mais usamos uma pedra, maior é a quantidade de energia que esta concentra em si, daí ser importante limpá-la, no mínimo, uma vez por mês. Depois de a limpar, esta deverá estar mais leve ao toque, devendo ser colocada junto a plantas ou a janelas que lhes permitam absorver vibrações naturais de cura.

A revitalização dos cristais pode ser feita através de:

1. Luz natural. A limpeza centra-se em pontos específicos do ciclo solar/ lunar, mas podemos recarregar um cristal a qualquer momento. Devemos colocá-lo no exterior antes do anoitecer e trazê-lo de volta para casa antes das 11h, para que não esteja demasiado exposto à luz direta do Sol.

2. Água corrente (preferencialmente água de uma fonte ou de um riacho), por forma a neutralizar a negatividade acumulada. Neste caso, a pedra deve estar completamente submersa durante um minuto, sendo que esta opção não é válida para cristais mais frágeis, como a selenita.

3. Água salgada. Se estivermos perto do mar podemos considerar levar para casa um recipiente com esta água, ou então podemos misturar sal de mesa em água corrente. Os cristais devem ficar submersos por algumas horas (no máximo 48 horas). Este método só pode ser usado em pedras mais duras.

4. Terra. Colocar um cristal diretamente na terra é uma forma de limpeza adicional. Recomenda-se que este se enterre num jardim ou num vaso, devendo ser retirado um dia depois e passado por água corrente. Deve secar naturalmente.

Related Posts