Malmö: Deslumbre-se Com Esta Cidade Escandinava

Andreia Lopes Costa é uma apaixonada por viagens e por alimentação saudável. Com um curso de antropologia e design gráfico, atualmente trabalha como criadora de conteúdo freelancer e gerente de social media. Fascinada por fotografia e pela arte de contar histórias, partilha connosco uma das suas mais recentes aventuras na Suécia. Para descobrir, abaixo.

Os Encantos de Malmö

O lifestyle escandinavo e toda a beleza que o acompanha sempre me fascinou. Por essa mesma razão foi com um imenso entusiasmo que abracei a possibilidade de viajar até à Suécia. Desta vez, e ao contrário do que costuma ser habitual, não foi uma capital. Malmö é a terceira maior cidade da Suécia e das cidades mais bike-friendly do mundo, ficando bem perto de Copenhaga. Tão perto que, hoje em dia, me questiono porque não há mais gente a visitá-la.

Não é uma cidade muito grande (três dias deverão chegar para a visitar) mas é sem dúvida uma cidade com uma imensa história (originalmente pertenceu ao reino da Dinamarca) e na qual sentimos que ganhamos anos de vida pela calma e serenidade com que as pessoas andam pelas ruas (seja a pé ou de bicicleta) ou pelo momento fika (termo sueco usado para uma pausa acompanhada de café) a meio do dia.

A SABER ANTES DE VIAJAR:
  • Na Suécia a moeda oficial é a coroa sueca ou sverige krona (SEK). Contudo, muitos locais, como cafés e restaurantes, só aceitam cartões. Recordo-me de que levei o equivalente a €100,00 e acabei por me arrepender;
  • Na primeira estação (Hyllie), depois de atravessar a ponte Öresundsbron (que liga Dinamarca e Suécia), há um controlo de passaporte. Não é necessário sair do comboio, pois alguém da polícia sueca irá ter consigo para se certificar de que tem toda a documentação necessária. No meu caso, levei passaporte, mas sendo cidadã da União Europeia apenas o Cartão de Identificação deverá chegar;
  • Malmö é conhecida por ser uma uma cidade bastante ventosa e são raros os dias em que não há vento;
  • Não se assuste quando vir que a maioria dos menus em restaurantes e cafés está apenas em sueco. Os suecos falam fluentemente inglês e por isso não tenha receio em pedir-lhes ajuda.

COMO LÁ CHEGAR?

No aeroporto, apanhamos um comboio que atravessa a ponte Öresundsbron, que une os dois países. Custa 110SEK (qualquer coisa como €11,00) e com uma duração de aproximadamente 30 minutos até chegar ao centro de Malmö (central station).

ONDE FICAR?

Nós ficámos no Oh Boy, um hotel com 55 apartamentos e 31 quartos, estilo loft. Além da vantagem de ter cozinha, caso prefira poupar algum dinheiro em refeições, tem também direito a uma bicicleta. Se preferir algo um pouco mais requintado, porque não espreitar o MJ hotel?

ONDE COMER?

Tendo em conta que à noite as temperaturas são baixas, ao jantar preferimos dar uso à nossa cozinha. No entanto, tivemos a oportunidade de experimentar alguns espaços durante o dia e, spoiler alert, eram todos fantásticos.

Avokado

Se, como eu, é amante de abacate, este é o sítio perfeito. Recomendo a sweet chili avokado, se gostar de um pequeno-almoço ligeiramente picante. Se preferir, antes, uma bowl bem fresquinha, prove a raspberry hazelnut.

Nota: só aceitam cartões.

Holmgatan 4, Malmö.

Atrium

Quem me conhece sabe bem da paixão que tenho por café. Tendo em conta que os suecos são dos maiores consumidores de café no mundo, soube desde cedo que não iria ser difícil encontrar boas coffee shops. Nas duas vezes que lá fomos, além do café que era óptimo, experimentamos também o bolo de cenoura e a tosta de abacate com queijo creme. Este espaço além de café é também uma florista.

Nota: só aceitam cartões.

Skvadronsgatan 13, Malmö.

Lilla Kafferosteriet

É impossível ir à Suécia e sair de lá sem provar o típico bolo de canela, o kanelbullar. Mal sabia eu da existência do kardemummabullar (com cardamomo em vez de canela), que eventualmente passou a ser o meu favorito.

Baltzarsgatan 24, Malmö.

Mineral

Com um ambiente acolhedor e uma decoração tipicamente escandinava, é o sítio ideal para quem prefere pratos vegan. Recomendo os gnocchi de batata como molho de tomate.

Nota: Só aceitam cartões

Sankt Knuts väg 13, Malmö.

Noir Kaffekultur

Foi a nossa última paragem antes de nos despedirmos de Malmö. Eco-friendly e com uma inspiração parisiense, aproveite para se sentar na esplanada enquanto desfruta de um cappuccino acompanhado de um crossaint.

Engelbrektsgatan 6, Malmö.

Saltimporten Canteen

Ainda hoje, é dos sítios que mais comentamos entre amigos. O nosso maior arrependimento foi não ter ido lá pelo menos mais uma ou duas vezes.

Nota: está apenas aberto de segunda a sexta, durante a hora de almoço.

Grimsbygatan 24, Malmö.

Spoonery

Provámos o chilli e um prato vegetariano, mas aqui há pratos para todos os gostos. Além disso, existe uma enorme variedade de pão à discrição.

Östra Stallmästaregatan 2, Malmö.

O QUE FAZER?

Aconselho a visitar a cidade de bicicleta. As estradas são fáceis de andar e bastante seguras. Além disso, rapidamente chegamos a qualquer ponto da cidade. Se visitar durante a primavera ou verão, pode sempre alugar um barco e descobrir os canais.

ALGUNS PONTOS DE INTERESSE:
  • Malmö stadsbibliotek e Slottsparken;
  • Davidshall;
  • Gamla Väster (a zona mais antiga da cidade), onde não pode faltar a visita à Lilla Torg (praça histórica, no coração da Gamla Väster);
  • Pildammsparken (parque fundado para a Baltic Exhibition em 1914);
  • Ribersborgs Kallbadhus (além de saunas, tem também um café e restaurante);
  • Sankt Petri kyrka (igreja de estilo gótico do século XIV);
  • Turning Torso (do conhecido arquitecto Santiago de Calatrava, é actualmente o edifício mais alto da Escandinávia);
  • Malmö Konsthall (museu);
  • Malmöhus (aqui pode encontrar o Malmö Art Museum, Museu da Cidade, Museu de História Natural e da Ciência e o Museu Marítimo);
  • Florera (florista com workshops).

Instagram: https://www.instagram.com/heyandiehey/?hl=pt

Leia mais em: https://heyandiehey.blogspot.com/

Ler Mais
Scroll to Top

Alerta para atrasos das
entregas devido ao COVID-19

Todas as nossas encomendas são processadas com o maior cuidado. Devido à situação actual em que nos encontramos, os nossos prazos de entrega passam a corresponder a 5-8 dias úteis para Portugal Continental e Ilhas. Encomendas para o resto do mundo demorarão 10-15 dias úteis. Agradecemos a sua compreensão. E enquanto a sua encomenda não chega… aproveite para ir lendo os nossos artigos.