Afinal, Quanto Tempo Deve Durar Uma Relação Sexual?

Tempo e sexo são duas realidades que, muito comummente, são postas na mesma equação – seja para questionar qual o número de relações sexuais que um casal deve ter por semana ou qual o tempo de duração ideal para uma relação em concreto. Desta vez, tentaremos falar da última.

A duração do sexo é influenciada pela própria definição que um indivíduo tem sobre o conceito, bem como pelas suas expetativas e desejos. De acordo com um estudo de 2005 da Society for Sex Therapy and Research (organização internacional sem fins lucrativos), uma relação sexual vaginal pode durar de três a sete minutos. Nos casos em que dura de um a dois minutos, é “muito curto”; nas situações em que dura de dez a 30 minutos, é considerado, em contrapartida, “muito longo”. Segundo os terapeutas sexuais envolvidos neste mesmo estudo, “é desejável que o sexo vaginal dure entre sete e 13 minutos”.

De acordo com a esmagadora maioria das pesquisas efetuadas no tema, o tempo de duração de uma relação sexual padrão (entre um homem e uma mulher) é diretamente proporcional ao tempo de latência ejaculatória intravaginal, ou por outra, o tempo de que o homem precisa para ejacular durante a penetração vaginal. Porém, tudo depende da definição de sexo de cada pessoa. Para muitas de nós, o sexo chega apenas ao fim quando as duas partes envolvidas atingem o clímax – quer seja através de sexo vaginal, oral ou anal, quer seja através do toque e da estimulação.

Se o sexo for, para algumas pessoas, apenas uma questão de penetração, então é muito provável que a sua duração seja realmente curta (que dure poucos minutos, leia-se). Porém, há um outro fator que nos ultrapassa e que não podemos combater: a nossa biologia. Existem condicionantes biológicas que encurtam a duração das relações. Nesse caso, a solução passa por consultar um profissional de medicina que ajude a encontrar um tratamento adequado ao tipo de problemática.

Mais ou menos tempo? A decisão parte de si.

Para começar, é importante que saiba o que realmente pretende de um encontro sexual. Pretende um momento rápido com o único propósito que alcançar o orgasmo? Ou aquilo que deseja é um momento para aproveitar todos os detalhes calmamente? Esta é uma escolha crucial. O prazer deve estar acima de qualquer outro fator na hora do sexo e, neste caso, tudo é sobre preferências.

Olhar para o relógio ou tentar atingir determinados records está longe de ser o objetivo primordial num momento deste tipo. É importante, sim, concentrar-se na satisfação e numa entrega que nada tem a ver com tempo.

A duração do sexo está relacionada com a idade?

De acordo com o Healthline, à medida que vamos envelhecendo, é possível que levemos mais tempo para alcançar o estado de êxtase, que as ereções se tornem mais difíceis de alcançar e de manter e que aconteça uma diminuição natural da libido.

Problemas relacionados com disfunções sexuais são também um fator determinante no que diz respeito à durabilidade de uma relação. Enquanto uma ejaculação precoce causa um clímax mais rápido que o esperado, uma ejaculação retardada atrasa a chegada desse momento.

Se o tempo de duração das suas atividades sexuais for um assunto que a preocupa, considere marcar uma consulta com o seu médico, para que este consiga avaliar a sua situação e encontrar soluções que a ajudem a atingir uma vida sexual plena.

Ler Mais
Scroll to Top