O Cuidado Que Falta na Sua Rotina de Beleza

Alucinante e frenético. Assim é o nosso dia a dia. O resultado? A inevitabilidade de não nos sentirmos capazes de chegar a todo o lado, levando a que haja tarefas, hobbies e prazeres relegados para segundo plano.

Na nossa lista de prioridades constam, por norma a vida profissional e os nossos compromissos familiares e sociais, o que quer dizer que, infelizmente, na esmagadora maioria dos casos, o bem-estar pessoal e o tempo inteiramente dedicado a nós e à nossa beleza se transformam em algo inteiramente descurado. E no nosso ritual de beleza diário o caso não se manifesta de um modo diferente. Vai negar que acaba sempre (ou quase sempre) por ficar a meio caminho de todos aqueles cuidados que sabe, no seu íntimo, que tem de ter? Será que não salta um ou outro passo fundamental?

Seja por falta de tempo, por falta de vontade ou mesmo por ausência de conhecimento, acabamos, inúmeras vezes, por nos deixarmos limitar ao básico, sem nos consciencializarmos de que não estamos a dar à nossa pele tudo aquilo que esta realmente necessita para respirar hidratação. A maioria de nós segue uma rotina de beleza que é baseada na aplicação de um creme de dia e na limpeza do rosto antes de ir dormir. O problema é que, frequentemente, usamos exatamente o mesmo tratamento nos dois casos: manhã e noite.

A nossa pele está em constante mudança, principalmente com o avançar da idade. Precisamente por esse motivo, a verdade é que as suas necessidades se vão alterando e se tornam diferentes ao longo do dia. Tratam-se de diferenças que são acentuadas e transformadas de acordo com o avançar do tempo (a passagem deste último está diretamente relacionada com o nível de regeneração da epiderme). Mas por que razão é tão importante fazer uso de um creme de dia e de um creme de noite?

A resposta prende-se com o facto de, durante a noite, o desempenho das células da pele ser muito diferente. O processo noturno é o momento em que a pele se transforma e em que se redefine, daí ser importante a escolha de um creme que potencialize ao máximo esse revitalizar de que tanto necessitamos. A juntar a tudo isto soma-se a importância de dormir as horas de sono necessárias, já que estas são o momento perfeito para receber os elementos que consertam a derme, pois a microcirculação é muito mais ativa do que nas horas diurnas, multiplicando assim a produção de células. É por isso que os tratamentos noturnos têm de ser ricos em nutrientes e devem ser focados na regeneração da pele: afinal, é nesse momento que as defesas cutâneas (consumidas ao longo do dia) colmatam todos os agentes nocivos que atacam a saúde da nossa pele. E então? Vai (doravante) repensar este passo na sua rotina de beleza?

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.