A Influência do Sol e da Lua na Nossa Vida

Sol e Lua. Dois planetas com um poder imensurável nas nossas vidas. O lema «live by the sun, love by the moon» é um conceito que defende que dentro de cada um de nós, existe uma dicotomia entre o que devemos e o que escolhemos fazer quando o amor assume o papel principal. Pode tratar-se de uma escolha entre o racional e o emocional – no fundo, de uma escolha entre as nossas duas versões.

Existe quem acredite que uma vez que fazemos parte de um grande sistema ecológico (que depende do Sol e da Lua para nos energizar), a nossa força vital e a nossa energia provêm do Sol, enquanto o nosso estado emocional se alimenta pela Lua, sendo influenciado pelas suas fases, que determinam mudanças na nossa consciência.

Em essência, todos os planetas desempenham um papel importante nas nossas vidas. Isso denota-se em questões relacionadas com o nosso horóscopo, que afeta a nossa Natureza e os aspetos da nossa vida. O Sol representa a nossa capacidade de executar tarefas e a Lua ajuda-nos a encontrar o caminho para o fazer. Simplificando, é como se o Sol representasse o corpo e a Lua representasse a mente, sendo que não vivemos sem nenhum dos dois e ambos se complementam perfeitamente. É, por isso, importante, que exista uma harmonia entre estes dois elementos vitais, para tornar bem-sucedidas as nossas vidas.

Sempre se acreditou que todos nós estaríamos incluídos num sistema maior que nos deveria unir. Enquanto o Sol nos fornece inteligência, a Lua é a energia feminina por excelência, que flui no nosso interior. É ela que é responsável pelo tipo de emoções que regem a nossa forma de viver e de nos entregarmos às emoções.

Na área sentimental é o nosso lado emocional que deve prevalecer; no campo laboral, é a racionalidade que deve tomar conta.

Somos (sempre) afetados pelo yin e yang no decorrer da nossa viagem. Mas, em termos práticos, qual o significado deste facto? Um dos melhores exemplos está expresso na forma de como tentamos resolver os conflitos da nossa vida, onde cometemos o erro de abordar um problema sentimental do mesmo modo que uma questão profissional. Na área sentimental é o nosso lado emocional que deve prevalecer; no campo laboral, é a racionalidade que deve imperar.

Para retirarmos toda a vertente racional e prática de que necessitamos do Sol, podemos começar por traçar objetivos e ter um plano de vida. Não que seja imperativo planear a longo termo, mas será sempre importante fazer algo «hoje» que possa ter impacto no «agora». A prosperidade chega também através do nosso lado mais metódico. Seja lógica e faça to-do lists para se sentir mais produtiva. Viver sob a energia do Sol é também respeitar os outros – não é tarefa nossa tentar decifrar as suas mentes!

Por outro lado, para absorver o poder lunar, é importante deixar que as nossas emoções nos guiem sem permitir que opiniões alheias influenciem tomadas de decisões que a nós pertencem. A razão e a emoção andam de braços dados (não podemos ter uma sem ter a outra também!). Devemos, tão-somente, encontrar o nosso próprio equilíbrio e saber dosar estas duas energias.

Quando nos deixamos influenciar pela Lua, podemos entregar-nos à emoção e viver intensamente. Em contrapartida, quando o Sol nascer, estaremos mais expostas. Logo, precisaremos do auxílio da nossa versão mais racional.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.