Ashitaba. Uma Planta Que Retarda o Envelhecimento?

Ashitaba, a fonte da juventude. Será mesmo verdade? Esta planta, original do Japão e também apelidada de «folha do amanhã», tem-se tornado popular por alimentar manchetes que a categorizam como sendo um poderoso vegetal capaz de combater o envelhecimento.

Pertencente à mesma família do aipo (planta aromática conhecida por dar sabor aos pratos), possui variadas propriedades que, de acordo com vários estudos, beneficiam em larga escala a nossa saúde, uma vez que na sua composição constam vários minerais, vitaminas, fibras e proteínas.

Mas, afinal, de onde surge a ideia associada às propriedades anti-aging? Tudo indica que esta planta detém um composto natural capaz de retardar a nossa degeneração celular (ou seja, o envelhecimento das células), responsável pelo aparecimento de determinadas doenças associadas ao avanço natural da idade.

Porém, apesar destes fatores, ainda não existem estudos que comprovem uma eficácia totalmente fidedigna deste vegetal no que diz respeito a desacelerar o envelhecimento das células humanas. Ainda assim, a vitamina C presente na sua génese fortalece o nosso sistema imunológico, prevenindo sintomas associados a diversas patologias.

A ashitaba pode ainda beneficiar-nos em assuntos relacionados com:

  • A pressão arterial, uma vez que a consegue regular, graças à sua capacidade diurética e à presença de potássio na sua composição;
  • O combate às bactérias, uma vez que as suas folhas são ricas em clorofila (um importante agente antibacteriano);
  • O aumento do metabolismo do organismo;
  • A prevenção da anemia, graças ao seu alto teor em ferro, que facilita a formação de glóbulos vermelhos e de hemoglobina.

As folhas desta planta podem ser consumidas frescas ou em chá. Pode encontrá-la à loja especializada para encontrar a planta.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.