O Poder da Conexão Com as Árvores

A Natureza fala-nos à mente tanto quanto ao corpo. E as árvores são o protótipo dessa mesma fonte de sabedoria e de perfeição. Uma árvore é sempre muito mais do que aquilo que a priori aparenta – ela é um verdadeiro mundo de conexões. E essa mesma imensidão de ligações que a torna ímpar tem sempre uma história para contar que não consegue ler-se apenas com um olhar.

Uma vez que todas as árvores estão, com toda a mestria, conectadas com os seres que as circundam e que as envolvem, o meio ambiente consegue desenvolver-se de um modo harmonioso, tirando todo o proveito dessa mesma presença. Para além de todos os aspetos biológicos que lhes são inerentes e que possibilitam a existência de vida no planeta, as árvores podem – e devem – ser entendidas como seres. E para conseguirmos ligar-nos mais profundamente a este bem da Natureza, existem algumas práticas que poderemos adotar no nosso dia a dia. Experimente, por exemplo, começar a observar as árvores que cruzam o seu caminho e escolha aquela que está mais próxima de si (há quem defenda que essa será aquela que mais lhe poderá ensinar sobre o seu mundo interior). O passo seguinte é observá-la num sentido mais profundo, diariamente, tentando descrevê-la e anotando as informações para as quais a sua consciência a conduz. Com uma simples observação por dia, a sua conexão com a Natureza conseguirá prosperar. É um modo (literal) de criar raízes com aquilo que lhe dá vida.

As árvores ajudam-na a olhar para a vida de um modo muito mais atento, representando uma oportunidade para reparar em detalhes aos quais anteriormente não dava importância.

Provavelmente estará a questionar-se acerca de qual será o propósito deste tipo de práticas. É simples: elas ajudam-na a olhar para a vida de um modo muito mais atento, representando uma oportunidade para reparar em detalhes aos quais anteriormente não dava importância. E esse pode ser, realmente, o caminho para encontrar algumas respostas dentro de si, porque a Mãe Terra sempre será a nossa – a sua – casa.

Nesta mesma linha de envolvimento com o meio natural, honramos também as outras plantas, já que estas representam também, para muitos, uma fonte de cura inabalável. Existe quem defenda que é possível existir comunicação entre estas – quer através da sua rede de ligações no subsolo, quer através de ventos que espalham partículas com o seu cheiro – sendo estes seres capazes de se proteger entre si. Aliada a esta possibilidade está, consequentemente, o facto de estas deterem consciência (já que recebem muita luz solar e também energia do Universo). Portanto, de acordo com alguns entusiastas da matéria, a planta apresenta uma energia de cura muito forte (especialmente o manjericão, o alecrim, etc.). Falamos de um ser vivo que tem como missão lembrar o ser humano de que ambos concentram em si todos os elementos naturais (água, sol, terra).

É possível mudarmos o ambiente em que vivemos e conectarmo-nos com a Natureza por forma a melhorarmos a nossa realidade. Todos os elementos do ambiente têm vida dentro de si. Experimente fazer o exercício de que lhe falámos acima e decore os espaços onde passa mais tempo com as suas plantas preferidas. Conecte-se e deixe que elas façam o resto.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.