Stevia: um Adoçante Natural Sem Calorias

Moderação, variedade e equilíbrio. Eis tudo aquilo de que precisamos para uma alimentação satisfatória no que à energia e à vitalidade diz respeito. Nos casos em que nos custa abandonar tudo aquilo que na sua composição detenha açúcar, ou que seja predominantemente um doce, existem alternativas válidas – e saudáveis.

A stevia (ou estévia) é uma planta que pertence à família dos girassóis, apresentando diferenças consideráveis entre a stevia que compramos na mercearia e a stevia que poderemos cultivar nas nossas casas. Não tendo índice glicémico nem calorias, este adoçante tem sido cada vez mais usado em substituição do açúcar refinado, até porque, surpreendentemente, este é muito mais doce que este último.

Sendo assim, podemos usar esta planta em algumas das nossa bebidas e sobremesas favoritas: chá, café, limonada caseira, smoothies, etc. O recomendado é substituir metade da quantidade total de açúcar que determinada receita recomenda ou à qual estamos habituadas. Uma outra vantagem é o facto de existirem também à venda muitos produtos que são já adoçados com stevia – chocolates, gelatinas, barras de cereais, etc. – algo realmente benéfico para quem está a tentar perder peso.

Uma vez que esta é uma opção não só livre de calorias, mas também de carboidratos, estamos perante uma alternativa muito aliciante para todas as pessoas que se encontrem em dietas específicas que impliquem a redução do consumo de açúcar. Se optarmos por substituir o açúcar por stevia reduziremos também o índice glicémico dos alimentos, fazendo com que estes não afetem tanto os nossos níveis de açúcar no sangue.

Tendo em conta que o açúcar, nas suas mais diversas formas, está relacionado com múltiplos problemas de saúde, a verdade é que optar por substituí-lo por alternativas mais saudáveis e menos calóricas, como é o caso da stevia, será a melhor solução.

De acordo com os últimos estudos, consumir esta planta (a que se vende no supermercado) é seguro para todas as pessoas, até mesmo crianças ou grávidas. Embora o uso de pequenas quantidades deste adoçante seja uma maneira saudável de diminuir o consumo de açúcar, o melhor mesmo será simplesmente evitar as substituições e optar por fontes naturais de sabores adocicados, como é o caso da fruta e dos legumes.

Lembre-se de que todos os dias consumimos açúcar, ainda que indiretamente. Por isso, sempre que podermos evitar este excesso na nossa vida, o nosso organismo agradece.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.