Fim às Pernas Cansadas

Por que razão sentimos as nossas pernas tão cansadas a determinada altura das nossas vidas? A bem da verdade, este é um sintoma bastante comum e que possui uma variedade de fatores subjacentes. A realidade é que as mulheres estão mais sujeitas a esta condição, especialmente em casos de excesso de peso. Pessoas que regularmente se sentam ou que ficam em pé por longos períodos passam também por esta problemática, que pode ser acompanhada de dor ou até mesmo de cãibras.

Ainda que pareça que este problema não justifica preocupações, é importante prestarmos atenção aos sinais do nosso corpo quando o cansaço ocorre. As nossas pernas podem sentir-se fatigadas quando o sangue não circula adequadamente, algo que pode ser atenuado através do uso de vestuário menos apertado e de calçado que não seja nem demasiado alto, nem demasiado baixo.

Para contornar esta condição de desconforto a fórmula única do creme revigorante para as pernas cansadas Cedraflon revela-se uma poderosa ajuda, já que contém extrato de cidra de córsega e também mentol, ingredientes que suavizam e que refrescam imediatamente a nossa pele, aliviando a fadiga das nossas pernas. Desta feita, basta-nos colocar apenas uma noz do produto na palma da nossa mão e massajar suavemente em movimentos ascendentes e longos, desde o tornozelo até metade da coxa, podendo este processo ser repetido até quatro vezes por dia, sempre que precisarmos de um alívio imediato. E se é daquelas que não vive sem os seus collants, a boa notícia é que Cedraflon poderá ser aplicado por cima destes.

Lembre-se de evitar expor ao sol as suas pernas, bem como de evitar fumar e ingerir alimentos que favoreçam a congestão venosa (como é o caso do café e do chá). Refresque as suas pernas com água fria sempre que possível e mantenha-as elevadas sempre que as circunstâncias o permitirem, especialmente durante o sono.

O ideal será sempre conseguir reunir alívio e hidratação no mesmo tratamento. Precisamente por isso, o creme Cedraflon será sempre uma das melhores soluções do mercado.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.