Clitóris: um Mundo Por Descobrir

Identificado oficialmente pela primeira vez em 1559, pelo cirurgião italiano Realdo Colombo, o clitóris é o único órgão do corpo humano que existe única e exclusivamente para dar prazer. Ao longo da história foi adorado e desprezado. Na Grécia Antiga, por exemplo, era adorado e acreditava-se que o orgasmo feminino ajudava a aumentar a fertilidade. Bem mais tarde, Sigmund Freud, médico e pai da psicanálise, disse que a mulher só poderia atingir o orgasmo através da penetração.

Apesar de ser algo ainda pouco falado, e de ser desprezado tanto por cientistas como pelos homens, a verdade é que o clitóris é o centro do prazer feminino. Aparentemente do tamanho de uma ervilha, o clitóris esconde muito mais do que imaginamos. A pequena parte que vemos é apenas a glândula do clitóris. Tal como num iceberg, existe muito mais para além do que vemos.

No interior do nosso corpo, duas raízes de dez centímetros estendem-se de cada lado até à vagina, e é graças a estas duas raízes que as mulheres têm um orgasmo vaginal. Se até aqui o orgasmo clitoriano e o orgasmo vaginal eram vistos como coisas diferentes, agora sabemos que ambos resultam da estimulação clitoriana. O primeiro resulta de estimulação direta e exterior, enquanto que o segundo resulta da estimulação das raízes interiores do clitóris. Num minidocumentário dedicado ao clitóris, criado por Lori Malépart-Traversy, as raízes interiores do clitóris são descritas como “mini pénis”, que tal como o pénis, enchem-se de sangue e aumentam de tamanho quando a mulher atinge a excitação.

Para uma vida sexual plena, é essencial que tanto a mulher como o homem parem de ver o clitóris como algo que é estimulado apenas nos preliminares. Nas palavras de Sybil Lockhart, neurocientista e investigadora nas áreas do prazer feminino, “há muitas maneiras de tocar um clitóris. Encontrar as palavras para a forma como gosta de ser tocada pode levar o prazer a todo um novo nível.”

3 Comentários
  1. O artigo está muito interessante e bem escrito! Desconhecia as raízes dentro da vacina. Muito obrigado pela informação, vou partilhar. Bjs

    1. Nunca é demais toda a informação que surgir sobre o corpo e prazer em relação a Mulher, pois é bem notório, em pleno séc 21, haver tantas mulheres que desconhecem o seu próprio corpo, já para não falarmos dos Homens… Parabéns e venham mais matérias educacionais…

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.