Dicas Para Contrariar o Jet Lag

O jet lag, também conhecido como Síndrome da Mudança de Fuso Horário, ocorre quando as pessoas viajam rapidamente ou quando o seu sono é interrompido, por exemplo, devido ao trabalho por turnos. Trata-se de uma condição fisiológica que resulta de uma rutura nos ritmos circadianos do corpo. Falamos, portanto, de um distúrbio do ritmo circadiano, que pode manifestar-se através de sintomas como a fadiga, o apetite prematuro, problemas no sono, entre vários outros.

Este processo está diretamente relacionado com a homeostase (condição de estabilidade da qual o nosso organismo precisa para realizar adequadamente as suas funções). Trata-se de um momento em que passamos, novamente, pela fase de adaptação às temperaturas e ao fuso horário. Nessa fase, os órgãos estão a tentar adaptar-se a estas novas condições, algo que requer tempo.

Reunimos algumas dicas que a podem ajudar a ultrapassar esta síndrome. Ora veja:

* Tente voltar à sua rotina normal. Tal prática é importante para que o corpo se habitue aos velhos hábitos e que, aos poucos, se recomponha. Faça exercício, respeitando as suas limitações.

* Mantenha-se hidratada (quanto mais melhor). Beber muita água e fazer uma alimentação correta e nutritiva é fundamental para fazer o organismo voltar ao normal.

* Tome Vitamina C. Se optar por tomá-la durante a manhã conseguirá ficar com mais vitalidade nos seus órgãos, ajudando a repor as suas necessidades.

* Abrande o seu ritmo. Faça a vontade ao seu organismo e desenvolva o seu dia a dia de um modo mais lendo. Respeite o processo de readaptação do seu relógio corporal, pois todos os órgãos estão em esforço nesta fase, estando consequentemente a gastar mais energia. Portanto, esta situação requer que tenhamos mais paciência connosco. Tente descontrair e encarar o processo com naturalidade.

* Faça respirações para reeducar e relaxar o organismo. Optar por respirar alternadamente pode ser uma grande ajuda nesta fase. A Técnica de Respiração das Narinas Alternadas (Nadi Shodhan Pranayama), por exemplo, é uma ótima técnica de respiração, que ajuda a manter a mente calma, alegre e em paz. Sente-se o mais descontraída possível a ouvir uma música calma e a fazer este exercício. Esta prática ajudará os órgãos a descansar e a que estes produzam o máximo de funções possíveis por forma a que se adaptem ao momento presente.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.