Livre-se das Pessoas Tóxicas Que Tem à Sua Volta

Há pessoas que nos deixam tristes, depressivas, maldispostas e que raramente têm um olhar positivo sobre a vida para nos transmitir. Quando estamos em baixo e precisamos de falar com alguém que nos transmita ideias positivas e boas energias, em geral, este tipo de pessoas conseguem-nos levar ainda mais ao fundo porque, na verdade, os problemas delas são sempre os maiores do mundo e aqueles que mais importam.

Conhece alguém assim? São as chamadas «pessoas tóxicas». 

Na maioria das vezes estamos rodeados por estas pessoas e nem damos por isso. Queremos dar-lhe uma ajuda para que as consiga afastar, o mais rápido possível, da sua vida!

Um bom ambiente familiar, social e de trabalho é um fator decisivo no nosso sucesso ou fracasso. A parte má é que, ao longo da vida, dentro dos vários espaços sociais dos quais vamos fazendo parte, há, quase sempre, perfis de pessoas que não nos acrescentam nada, não nos trazem nada de bom e ainda envenenam os nossos dias.

No geral, uma pessoa tóxica é uma pessoa pessimista, cheia de energias negativas, que tem uma visão muito cinzenta da vida. Está sempre tudo mal com ela e a culpa é sempre dos outros. Quando tentamos ajudá-la, acabamos a questionar-nos e a discutir, o que faz com que nos intoxiquemos mais. Como dizia Albert Einstein «elas têm um problema para cada solução». Para além de nos esgotarem as energias, ao verem sempre o lado mau das coisas que vão acontecendo no dia a dia, ainda nos puxam para trás quando algo corre pior na nossa vida.

Claro que todas as pessoas são diferentes, mas há algumas características comuns a este tipo de pessoas. Sabe aquela colega de trabalho que passa quase metade do dia a vitimizar-se? No início achamos que é normal, que está a passar uma fase complicada, mas à medida que o tempo avança percebemos que as lamúrias se repetem dia após dia, hora após hora. Só os seus problemas importam e têm muito mais valor do que os dos outros. Este tipo de pessoa vive permanentemente irritada, ressentida e desconfiada de tudo.

A negatividade destrói relações! Aquilo que acontece depois é que, com o passar do tempo, ficamos com a sensação de que nos estão a sugar a vida e acabamos por nos afastar aos poucos. Deixa de existir vontade para ir almoçar ou jantar fora com esta amiga, de combinar um copo ou uma saída porque já sabemos que, a ocupar aquele que devia ser o lugar da diversão, vão estar as suas queixas habituais.

Calma… toda a gente tem problemas e passa por fases piores ao longo da vida! Não é disso que falamos aqui! Estas pessoas todos os dias se lamentam, a mais pequena situação acaba a ser um drama para elas.

É também comum que sejam pessoas que julgam muito o outro. Têm sempre um comentário a fazer. Devemos saber distinguir aquilo que é fazer um julgamento daquilo que é ser crítico, porque há uma grande diferença. Pessoas que julgam os outros demasiado rápido e com facilidade, tiram conclusões precipitadas e são quase sempre incorretas. São más ouvintes e más comunicadoras. Uma pessoa tóxica, como é insegura, fala facilmente dos outros de uma forma negativa e destrutiva. Esta é a forma de esconder as suas fraquezas e inseguranças.

Importa deixar claro que estas pessoas raramente têm consciência da forma negativa, triste e insegura como vivem a sua vida. No fundo, não são pessoas “más” nem querem o nosso mal, são só extremamente pessimistas e incompreensíveis. Por isso, raramente conseguem ver o lado bom da vida, são prejudiciais para elas mesmas e para quem as rodeia.

Este artigo fez-lhe lembrar alguém? Se a resposta é sim, queremos deixar-lhe alguns conselhos. Comece por analisar os sentimentos que estas pessoas provocam em si. Raiva? Receio? Medo? Saiba conhecer os seus sentimentos para que se possa posicionar nestas relações. Seja cautelosa quando sente que tem alguém assim na sua vida e evite falar da sua vida pessoal; tente não absorver o que essas pessoas lhe transmitem; afaste-se dessas pessoas se perceber que não vai conseguir ajudá-las mas perdoe-as para conseguir continuar o seu caminho e libertar a mente.

Se somos livres para tudo, se podemos escolher com quem nos relacionamos, quem queremos que entre e saia da nossa vida, porquê estar com pessoas que não nos fazem bem? Chega de toxicidade!

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.