Páscoa: as Várias Tradições

À volta do globo, a Páscoa é celebrada de mil e uma formas, por meio de um sem-número de tradições populares. É feita a caça ao ovo, comem-se as amêndoas e celebram-se os momentos em família – o dia jamais ficaria completo sem este ritual. Por tudo isto, que tal mergulharmos nas histórias fascinantes por detrás dos costumes pascais antes de partirmos para as atividades típicas do dia? Descubra tudo, abaixo e… Boa Páscoa!

De onde surgiu o coelho da Páscoa?

O que terá o simbolismo do coelho a ver com uma data religiosa? A tradição remonta ao paganismo, onde se venerava a deusa da fertilidade (Ostara), sendo esta última uma das características presentes nos coelhos. Assim, sendo este domingo o dia da ressurreição, surge o coelho, a simbolizar nova vida, novos começos e, no fundo, um recomeço.

A decoração dos ovos…

Assim como os coelhos, também os ovos representam o renascimento e a vida. Desta forma, torna-se fácil associá-los a este crescimento e à época sazonal em que nos encontramos. Segundo a tradição pagã, as pessoas que tinham por hábito pintar os ovos costumavam também oferecê-los aos amigos e à família. Uma das histórias religiosas que mais se conta é aquela onde Maria Madalena trouxera uma cesta de ovos cozidos para partilhar com outras mulheres no túmulo de Jesus, precisamente três dias depois da sua morte. A caça aos ovos é, por sua vez, uma tradição milenar e acontece em vários países.

Coelhos de chocolate – porquê?

Por que razão comemos coelhos de chocolate? E porque se encontram estes vazios, na maioria dos casos? O coelho permanece pelas razões supracitadas; o chocolate, esse, é oco porque caso contrário ninguém o conseguiria devorar tão facilmente.

E as cestas da Páscoa, como surgiram?

A cestas da Páscoa surgem, segundo a tradição, como forma de convencer o mítico coelho a parar nas casas das crianças sugerindo que este lá ponha os seus ovos coloridos. A ideia inicial seria que estas fossem uma espécie de ninhos, mas posteriormente acabariam por evoluir para as cestas que hoje conhecemos.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.