Dicas Para Ajudar os Seus Filhos a Poupar

O dinheiro está cada vez mais difícil de ganhar e transmitirmos aos mais pequenos o valor que ele tem, nem sempre é tarefa fácil. É de pequenino que se torce o pepino e, por isso, é importante ensinar-lhes a poupar e a valorizar o dinheiro para mais tarde seguirem os passos que aprenderam com os pais. Siga as dicas que temos para si.

Dê o exemplo.

Esta tinha de ser a primeira dica, já que é provavelmente a mais importante! O seu filho vai sempre seguir o exemplo dos pais, durante as várias fases que atravessar na vida. Devem por isso, dar-lhe o melhor exemplo no que diz respeito à gestão financeira. Não lhe ofereça tudo o que pede, nem compre tudo e mais alguma coisa. Mostre-lhe que existem produtos baratos e produtos mais caros e que devemos fazer contas para saber o que vale a pena comprar. Nas idas ao supermercado, jogue com ele e peça-lhe que vá buscar o que é necessário mas que escolha a marca mais barata, por exemplo.

Crie uma conta no banco.

Abrir uma conta para o seu filho, vai estimular nele o significado de poupança. Combine depositar uma quantia, de x em x tempo, e ponha-o a par do saldo da conta para que possa sentir-se incentivado a poupar dinheiro.

Combinem uma mesada.

É importante que decida um valor para dar mensalmente ou semanalmente ao seu filho, mas que esse valor seja sempre o mesmo. Conforme os gastos que ele vai ter,  em determinados meses vai faltar-lhe dinheiro e noutros vai sobrar, isto vai fazer com que, com o passar do tempo, ele saiba gerir melhor o dinheiro para que não fique sem ele antes do mês acabar.

Ensine-o a ter um mealheiro.

Ter um mealheiro na estante do quarto é um hábito de muitas crianças e, parecendo que não, é uma prática bastante importante. Sugira ao seu filho pôr de parte uma quantia simbólica todas as semanas para que, um dia, com essa poupança, ele consiga comprar algo que deseja muito. Quando ele começar a perceber que, se for juntando dinheiro, tem independência para comprar as suas próprias coisas, o conceito de poupança estará a ser transmitido da melhor maneira.

Jogue com ele.

O monopólio, por exemplo, é um jogo que fez parte da infância de muitas crianças e adolescentes. Sem darmos por isso, talvez um simples jogo, pode ter tido influência na maneira como hoje gerirmos o nosso dinheiro.

Depararmo-nos com notas (ainda que sejam falsas), despesas, compras, dívidas, multas, rendas, etc., aproxima-nos da realidade e incute-nos as ideias de gestão e de poupança que devemos adquirir.

Faça o melhor trabalho que conseguir com os seus filhos e vai ver que, no futuro, o esforço valeu a pena.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.