Cabelos ao Vento: o Segredo Para Um Cabelo Saudável

Para além de almejarmos ser donas de uma pele absolutamente irrepreensível, existe um outro sonho que é, incontestavelmente, transversal a toda a alma feminina: deter um cabelo saudável. Este é o Santo Graal dos nossos desejos de beleza mais profundos. A questão é que existem determinados princípios que acabamos por deitar por terra e que seriam fundamentais para o alcançar.

Em boa verdade, deveríamos tratar da pele da nossa cabeça tão bem como cuidamos da nossa pele do rosto. O segredo por detrás de um cabelo nutrido é, justamente, a saúde do nosso couro cabeludo. Lá existem glândulas sebáceas e também glândulas sudoríparas que estão constantemente a substituir as células antigas da pele por células novas. Aqui existe, também, uma maior quantidade de glândulas de gordura e de suor comparativamente a outras áreas da nossa pele, sendo este uma espécie de «ecossistema» que detém folículos pilosos e cabelos. Por ser também uma zona afetada pelos agressores ambientais, esta pele precisa de ser tão bem tratada quanto todas as outras zonas do nosso corpo.

E como detetar se o nosso couro cabeludo se encontra a passar por uma fase delicada? Na realidade, existem variados sintomas, como sejam a irritação, a sensibilidade, a vermelhidão e as erupções cutâneas. Muitos dos produtos que utilizamos no nosso dia a dia acabam por ficar acumulados no couro cabeludo, causando muitos deles obstrução dos folículos e enfraquecendo também o próprio cabelo, podendo este cair. É exatamente por tudo isto que importa darmos ao nosso cabelo e a tudo o que o envolve uma limpeza desintoxicante regular. Se mantivermos a base do nosso cabelo cuidadosamente limpa, as suas raízes serão mais flexíveis e visivelmente mais brilhantes.

E eis que, chegando a estação primaveril, começamos a desejar sentir com carinho cada raio de sol na nossa face. Aquilo de que nos acabamos por esquecer é o facto de não ser só a nossa pele do rosto que precisa de protetor solar: o nosso couro cabeludo também pode ser vítima de queimaduras solares, gerando numa primeira fase a dor e, numa segunda etapa, gerando o descascar. Posto isto, para evitar danos de ordem maior, deveremos (sempre) fazer uso de um protetor solar que nos possibilite efetuar uma pulverização geral  —  tal como fazemos no resto do corpo.

Para mantermos o nosso couro cabeludo hidratado podemos optar por usar uma máscara própria para a zona, não fazendo uso desta apenas nas pontas do cabelo. Porém, acima de tudo, é imperativo atentarmos em fatores como a importância da redução dos níveis de stress, já que este último aumenta a produção de sebo e dificulta as funções de proteção da pele; o cuidado com a alimentação, evitando, tanto quanto possível, alimentos ricos em açúcar e alimentos picantes, que agravam qualquer quadro de irregularidade nesta zona tão delicada; e os benefícios que advêm de um correto uso de suplementos com propriedades anti-inflamatórias que equilibrem a pele do couro cabeludo e que fomentem o crescimento do cabelo.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.