Os Mitos da Cirurgia Plástica

Com padrões de beleza cada vez mais específicos, existem muitas mulheres que não se sentem satisfeitas com a sua aparência. Por este motivo, o investimento em cirurgias plásticas tem vindo a aumentar, não só por parte de mulheres, mas também de homens.

Ainda que o recorrer a cirurgias plásticas possa parecer uma solução milagrosa, este procedimento está carregado de mitos que o Dr. Luiz Toledo, especialista mundial em cirurgia plástica e estética, ajuda a clarificar:

1. As pessoas acham que assim que acordam vão estar diferentes. 

Este é um desejo que existe na maioria das mulheres que realizam uma cirurgia plástica. No entanto, não é bem isto que acontece. Cada cirurgia tem tempos de efeito diferentes e os resultados não são imediatos, demorando alguns meses a serem visíveis.

2. Acreditar que toda a gente vai notar.

Segundo o Dr. Toledo, uma boa cirurgia plástica é «invisível». Ainda que existam pessoas em que acreditamos que o seu aspeto jovial dura e perdura, a verdade é que estas mesmas pessoas vão fazendo tratamentos estéticos para retardar o envelhecimento.

3. Recear não conseguir mexer a cara quando colocar botox.

O botox deve ser administrado por um profissional, pois só assim é que este procedimento é eficaz e seguro. Tanto o botox como o ácido hialurónico promovem um ar jovial, assim como um look fresco e natural, passando despercebido aos olhos de terceiros.

4. Cicatrizes.

As mais otimistas acreditam que não vão ficar com cicatrizes nenhumas, as mais pessimistas temem as cicatrizes, fazendo destas um bicho de sete cabeças. De acordo com o Dr. Toledo, as cicatrizes dependem do procedimento, mas este é feito de forma a deixar a menor quantidade possível de cicatrizes. Apesar de no início a cicatriz ser visível, com o passar do tempo esta vai ficando da cor da pele, passando assim despercebida.

5. Não querer passar a noite na clínica/hospital após a cirurgia.

Há pacientes que não querem, de todo, passar a primeira noite após a cirurgia na clínica ou hospital onde realizaram o procedimento. Todavia, o Dr. Toledo afirma que passar a noite na clínica/hospital é o mais seguro para a paciente, pois estará rodeada de profissionais de saúde que, caso ocorra algum imprevisto, podem atuar de imediato. Também existem exceções à regra nas quais a paciente pode ir para casa no próprio dia, mas nesses casos deverá ser o médico a indicá-lo.

6. Anestesia geral: sim ou não?

A cirurgia plástica que é realizada com recurso a anestesia geral é mais segura do que com qualquer outro tipo de sedação. Durante toda a cirurgia o anestesista está presente e a quantidade de anestesia aplicada é muito baixa.

7. Cirurgia plástica é apenas procurada pelo sexo feminino.

Errado. Segundo as estatísticas, cada vez mais homens estão a recorrer a este procedimento estético. As cirurgias mais procuradas pelo sexo masculino são a lipoaspiração, principalmente na barriga e para tratar a mama masculina, bem como tratamentos de rejuvenescimento. Assim como as mulheres, os homens também gostam de cuidar de si e procuram sentir-se confiantes com o próprio corpo.

Para além destes, também existem outros mitos e receios em relação à cirurgia plástica. Ainda assim, a verdade é que esta é uma forma de tratar algo com que a pessoa se sente incomodada, seja a nível estético ou funcional. A este procedimento ainda estão associados alguns estigmas, mas se a pessoa não se sente confiante deve fazer o que estiver ao seu alcance para se sentir confortável, porque tratarmos de nós é sinal de amor-próprio.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.