As Aventuras Sexuais Mais Hilariantes das Nossas Leitoras

E eis que chegámos à altura onde se comemora a paixão e o romantismo. Porém, nem só destes dois ingredientes se faz uma verdadeira aventura, onde a insanidade é quem mais ordena. Precisamente por isso, pedimos às nossas leitoras que nos relatassem algumas das suas aventuras mais ardentes e secretas com o seu par: seis mulheres, seis vivências, seis loucuras. Curiosa? Descubra todas, abaixo (quem sabe se estas não servirão para que se inspire neste São Valentim…).

“Foi numa rocha na Lagoa Azul (…)”.

“Foi numa rocha, na Lagoa Azul. O meu namorado ia para missão, durante 6 meses, e por isso nós queríamos aproveitar ao máximo. Fazíamos a toda a hora, até no carro, no meio das nossas viagens por Portugal fizemos. Então, nesse dia, fomos parar à Lagoa Azul. Subimos para umas rochas e deu-se. Fiquei com os joelhos todos negros”.

Carolina Nascimento, 21 anos, Oeiras.

“Nas escadas de serviço de um shopping“.

“Sexo é saudável e deve ser satisfatório em qualquer idade ou fase da vida de uma mulher. Mas quando somos mais novas as ideias mais loucas podem surgir. Numa tarde de inverno, decidimos dar um passeio pelo Centro Comercial. Estávamos sem paciência para esperar uma eternidade na fila de elevadores e por isso decidimos ir pelas escadas (que só devem ser usadas em caso de emergência). Degraus infinitos, pó e aquele ambiente frio de uma área totalmente descuidada. Do nada, deu-nos o click e uma enorme adrenalina pelo facto de podermos ser apanhados. O desejo aumentou e aconteceu ali mesmo: nas escadas de serviço de um shopping“.

Anónima, 30 anos, Lisboa.

“Ele foi à casa de banho, eu fui atrás dele e entrei no WC dos rapazes (…)”.

“Foi mais ou menos quando iniciei a vida sexual. Estava na escola, namorava com um rapaz e tínhamos o desejo à flor da pele. Eu era mais velha e ele mais novo. Num dia em que não tivemos aula, estávamos no pátio, ele foi à casa de banho e eu fui atrás dele e entrei no WC dos rapazes. Fechámo-nos numa casa de banho e fizemos sexo ali mesmo. Para sair é que foi um problema, porque entretanto tinham entrado mais dois rapazes. Foi para rir, mas foi muito bom”.

Liliana, 26 anos, Lisboa.

“Na noite em que completava os meus 26 anos achei que deveria cometer uma daquelas loucuras das quais nunca mais me iria esquecer”.

“Este ano fui passar as minhas férias de verão com uns amigos a Agadir, Marrocos.
Na noite em que completava os meus 26 anos achei que deveria cometer uma daquelas loucuras das quais nunca mais me iria esquecer! Já tinha reparado num rapaz há uns dias na piscina e no bar do Hotel. Tínhamos falado um pouco e, nessa noite, depois de estarmos todos no bar do hotel fomos para um pub. O ambiente estava muito agradável e depois de dançar com o tal “marroquino de Paris” decidimos voltar. Tanto eu como ele tínhamos gente no quarto, por isso decidimos abrir uma porta e entrar. Entrámos para a sala de espetáculos e foi aí que tive a noite mais louca e cheia de adrenalina!”

Anita, 26 anos, Porto.

“Com o carro em andamento…”.

Num belo fim de semana, a caminho do Porto para passar grandes momentos. Aí, tudo acontece no banco do condutor, com o carro em andamento, numa viagem linda.

Castorina Costa, 34 anos,Torres Vedras.

“Escapadinha na sala de reuniões…”.

“Fazia parte da Associação de Estudantes, na faculdade, e na altura o meu namorado também. Achámos interessante dar uma pequena escapadinha na sala de reuniões, com o intuito de «organizar umas papeladas»”.

Inês Silva, 23 anos, Açores.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.