Lâmpadas de Sal: o Que São?

Ar puro e atmosfera numa lâmpada que purifica, assim se define uma Lâmpada de Sal do Himalaia. Concentremo-nos na pergunta central: o que tem este candeeiro de tão especial? Aquilo que lhe dá mundo, o sal rosa do Himalaia.

Vindo de uma reserva natural onde mares raros tinham evaporado ao longo dos tempos, e aos pés da Cordilheira do Himalaia, este sal insigne apresenta muito melhor qualidade do que o sal alterado quimicamente, por nós consumido. Mas deixemos a culinária de lado, porque hoje falaremos de propriedades algo mais profundas.

Conhecido por ser o sal mais limpo da Terra e por se aproximar dos elementos principais do oceano, já desde os primórdios da humanidade, este acaba por possuir características medicinais únicas, isto porque contém também mais de 84 minerais e oligoelementos. Os cristais autênticos que o constituem – oriundos das montanhas mais profundas do solo e localizadas aos pés da cadeia de montanhas dos Himalaias – são retiradas da terra a partir de cavernas tão antigas que os geólogos acreditam ser pertencentes ao período pré-cambriano.

Os minerais naturais que nesta substância se encontram, e que fazem com que seja apelidada de «ouro branco», são idênticas aos elementos presentes no corpo humano, algo que contribui para um maior misticismo em torno da mesma. Mas são as suas propriedades terapêuticas que aqui ganham maior relevância.

O sal é higroscópico (absorve rapidamente a humidade do ar), o que significa que atrai moléculas de água. As lâmpadas criadas com este sal purificam o ar, atraindo moléculas de água que transportam poluentes do ar interno (como bactérias e alergénios). Pelo facto de este candeeiro ser aquecido a partir da lâmpada, acredita-se que os poluentes ficam presos no sal, ao invés de circularem no ar. Portanto, uma Lâmpada de Sal permite-nos respirar um ar purificado e limpo.

Muito mais do que um elemento decorativo e exótico, este candeeiro pode realmente aumentar os nossos níveis de energia. É uma daquelas poucas coisas mágicas da vida que pode concomitantemente acalmar-nos, ajudar-nos a dormir e a dar-nos energia ao longo do nosso dia. Os iões negativos por ela emitidos (aqueles aos quais o organismo reage melhor) equilibram os iões positivos da atmosfera, diminuindo os efeitos nocivos destes últimos. No fundo, se precisamos de um maior equilíbrio de energia na nossa vida, estamos apenas a uma lâmpada de distância desse estado de alma.

Em termos ecológicos estamos também perante uma opção suficientemente amiga da natureza, pois este sal é um dos recursos naturais do planeta existente em largas quantidades, para além de que a base de lâmpadas de sal é, por norma, feita com madeira sustentável, sendo também utilizadas lâmpadas de baixa voltagem, que consomem muito pouca energia.

A cor laranja, emitida pelas lâmpadas de sal, fornece-nos conforto e bem-estar, criando um ambiente equilibrado, calmo e relaxante, ideal para estimular a concentração, a serenidade e a meditação. Deve colocar esta lâmpada no seu quarto ou num outro lugar de descanso, como a sala de estar ou a sala de leitura.

A cromoterapia diz-nos que o brilho rosa e quente produzidos pela lâmpada proporcionam um ambiente calmo e feliz, acalmando a nossa ansiedade.

Uma combinação entre o estético e o terapêutico, num elemento decorativo singular.

1 Comentário

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.