Sabe Ler um Rótulo?

Talvez nunca tenha parado para pensar na importância de saber ler um rótulo. E, se o fez, provavelmente achou que não seria algo que necessitasse de um conhecimento profundo e de longas horas de estudo. Bom, talvez não precise de uma pesquisa intensa e exaustiva na matéria, mas há conselhos importantes que deve ter em conta no que diz respeito a interpretar a tabela nutricional de um produto industrializado.

Sabia que os ingredientes se apresentam em ordem decrescente? Por exemplo, se o primeiro ingrediente que aparece é o “açúcar”, significa que é esse o principal componente do produto. Ou seja, os primeiros ingredientes que aparecem são aqueles que estão presentes em maior quantidade.

De facto, é de extrema importância inteirar-se daquilo que ingere, atentando na tabela nutricional dos produtos que consome. É nesta linha de pensamento que importa também referirmos a pertinência de prestar atenção à informação nutricional: podemos até deparar-nos com um produto de baixas calorias, mas se este não for detentor de valor nutricional, em nada beneficiaremos.

Voltemos a focar-nos no rótulo em si. As informações relativas ao açúcar, por exemplo, nem sempre se encontram separadas dos carboidratos (por vezes estão incluídas nessa secção, fazendo com que as mais distraídas quase pensem que o que estão a consumir não contém açúcar).

Frequentemente, podemos ter a leve impressão de que determinado produto tem pouca gordura, sal ou açúcar, quando o que acontece é que estes são quase sempre refinados. Esta situação prende-se com o modo de como os valores são calculados, isto porque em muitos casos esse cálculo baseia-se em quantidades pouco fiéis à realidade.

No fundo, no momento de escolha dos alimentos, tudo o que precisamos é de bom senso e de uma boa dose de equilíbrio. Da próxima vez que olhar para um rótulo já sabe o que tem a reter.

 

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.