Desporto Para Combater a Preguiça

Bom dia! Já se espreguiçou? Braços ao alto, um jeitinho para a esquerda, outro para a direita e um salto para fora da cama. Estamos prontas para começar o dia!

Hoje é o dia da preguiça e nada melhor do que nos espreguiçar-mos para a deixarmos longe de nós! Antes de mais, só um pequeno à parte… Já tinha reparado que a palavra “espreguiçar” se forma pela junção de “para fora” mais “preguiça”? Faz todo o sentido. Preguiça para fora, costas direitas, cabeça erguida e “‘bora lá”! Paradas é que nós não ficamos!

Como não somos, nem queremos ser, melodramáticas, não vamos confundir este sentimento (que nos afeta a todas, nem que seja só num domingo de chuva!), com depressão. A preguiça ainda está longe de ser algo tão negativo, consiste apenas em ter pouca predisposição para o trabalho, numa falta de vontade para encarar a nossa rotina do dia a dia.

Que atitudes costuma ter quando quer combater este sentimento, mas ao mesmo tempo só lhe apetece ficar colada no sofá com uma manta, pipocas e a companhia da Netflix? Põe uns fones, calça uns ténis e sai para dar uma caminhada? Se a resposta é sim, está num bom caminho!

O desporto é, talvez, a melhor forma de acordar o corpo e deixar a preguiça sozinha no sofá (onde ela está bem!). Isto faz sentido quando nos lembramos do nosso colega de trabalho que chega ao escritório à mesma hora que nós, depois de uma aula de cycling, mas mas com muito mais energia.

Pode parecer contraditório, mas praticar exercício físico deixa-nos mais predispostas e com vontade de trabalhar do que se não o fizermos. O exercício regular aumenta a força e a resistência, faz com que o sistema cardiovascular funcione com mais eficiência e fornece oxigénio e nutrientes aos tecidos. Tudo isto vai também fazer com que o cérebro funcione de uma forma mais ativa, trazendo benefícios cognitivos que irão melhorar o desempenho pessoal, em especial a memória, a concentração e a criatividade.

Por outro lado, para além de prevenir inúmeras doenças, a prática de atividade física liberta endorfinas, a chamada “hormona da felicidade”. Razão pela qual nos sentimos muito mais animadas depois de sairmos do ginásio. Isto porque o desporto é o melhor antidepressivo dos nossos tempos. Afinal de contas, conhece alguém que fique stressado depois da corrida matinal ou do treino ao ar livre?

Tudo isto são boas razões para começar a treinar e rapidamente perceber que, ao contrário do que se possa pensar, vai sentir-se mais feliz e, acima de tudo, com muito menos preguiça.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.