O Meu Lado Negro

Estranha-se, mas depois entranha-se. É o que acontece quando decidimos trocar o chocolate por um chocolate negro (e quanto mais negro melhor). Se encontrar um com 90% de cacau, perfeito. Quando mais forte for, menos açúcar e gordura tem. Desta forma, poderá ser um ótimo amigo.

É normal termos desejos por doces, somos humanos, mas até na escolha do nosso doce devemos ser inteligentes. Não nos podemos deixar levar pelos excessos e devorar todo o armário das guloseimas. Se saciarmos o nosso corpo com pouco e bom, a nossa cabeça agradece.

Podemos consumir chocolate negro quase todos os dias depois de almoço (se for para acompanhar o café ainda sabe melhor). Assim, é mais fácil ao longo do dia não cair na desgraça do açúcar.

Este tipo de chocolate faz bem ao coração devido aos antioxidantes do grupo flavonoides que possui, por isso compre o mais natural e o menos processado possível. Para além disso, o mesmo estimula o sistema nervoso central e os músculos cardíacos, devido à substância de ação idêntica à da cafeína que contém.

Depois de o consumirmos, é normal que o nosso humor melhore, porque o chocolate negro ajuda a libertar a serotonina. Alguns cientistas afirmam que pode até causar sensação de relaxamento devido ao aumento da produção da ação da endorfina.

É oficial, o chocolate negro faz bem à saúde. Mas atenção: convém ser consumido em pouca quantidade e até depois da hora de almoço, como “sobremesa”, para ainda termos tempo de a queimar ao longo do dia.

 

Ainda Sem Comentários

Comentários fechados