Meghan Markle Quebra Tradição da Família Real

Não é a primeira vez que a Duquesa de Sussex surpreende os demais com a sua postura (no mínimo) sui generis, acabando por adaptar e, por vezes, quebrar, algumas regras aparentemente simples do Protocolo da Família Real Britânica.

Ao longo do tempo, já todas assimilámos que, adjetivar de fácil a adaptação de Meghan Markle às regras de etiqueta do mundo da realiza, é algo que não se apropria.

As polémicas instalam-se nos meios de comunicação social internacionais, principalmente nos do Reino Unido, sempre que Markle ousa colocar um pouco da sua personalidade nos mais pequenos e simbólicos gestos do dia a dia – que só este ano, aquando do seu casamento, deixaram de ser olhados pela própria de um modo tão leviano e simplista assim.

A ex-atriz já foi alvo de críticas por ter utilizado um vestido sem mangas, no passado aniversário da Rainha, e também por se apresentar num evento com um vestido-smoking sem collants (ítem obrigatório, de acordo com as regras da nobreza). Porém, desta vez o debate instala-se porque Markle decidiu – na passada terça-feira, em Londres – fechar sozinha a porta de um carro. Tal gesto dividiu as opiniões do mundo: ora enaltecendo a sua humildade, ora tecendo comentários negativos por se tratar da quebra de uma regra protocolar.

Mas, afinal, terá a Duquesa, efetivamente, ido contra o protocolo? Segundo um especialista na matéria inquirido pela BBC, a resposta é negativa, já que o facto de se manter a porta do carro aberta serve apenas para precaução, caso seja necessária uma reentrada urgente no mesmo.

A verdade é que, gradativamente, as gerações mais novas da nobreza começam a implementar algumas mudanças subtis em determinadas normas (muitas delas complexas) impostas pela realeza. E William e Kate Middleton foram quem aqui deu os primeiros passos, abrindo caminho para a mudança.

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.