Duas Malas, e Depois?

Na moda não há regras (algum dia as houve?). E falando em específico de malas, há espaço para todos os modelos: dos que mal cabem o telemóvel aos que cabem um mundo inteiro.

É claro que, além do outfit, há malas mais indicadas a qualquer ocasião. Falo por exemplo nos dias de trabalho, em que levamos a agenda, o bloco de notas, os óculos, carregador e muitos mais essenciais que não vale a pena estar a referir, em contraste com os fins de semana em que estamos muito mais prática e desprendidas de tudo isso, ou ainda às saídas à noite em que não queremos nada a incomodar.

Para cada caso, uma mala. Mas porquê só uma?

Encontram-se modelos lindos em diversas lojas mas muitas vezes não os usamos por serem demasiado pequenos. Mas vejamos a mala como parte do conjunto: se a usarmos com os essenciais, e noutra mala maior (e mais simples, menos chamativa) carregamos os objetos maiores como um livro, a garrafa de água e a caixinha com o snack a meio da tarde, por exemplo. Não estamos a responder ao estilo e ao mesmo tempo à praticidade do dia a dia?

Tal como nos outros casos, o uso de duas malas não é para qualquer ocasião, mas acreditem que pode dar jeito em muitos casos. Apenas não exagerem nos acessórios e optem por uma segunda mala o mais neutro possível. Por vezes, até um simples mas bonito saco de pano pode servir para a ocasião 😉

Ainda Sem Comentários

Deixe uma resposta

O teu endereço de email não será publicado.